Call of Duty Black Ops 2 figura entre os 10 mais vendidos nos EUA devido à retrocompatibilidade

Quando a Microsoft anunciou a retrocompatibilidade do 360 para o Xbox One muitos se questionaram a importância de um anúncio desse tipo, pois julgavam não haver um mercado para jogos antigos.

Porém a Microsoft fez uma implementação exemplar, aonde os jogos são considerados como jogos normais do Xbox One, inclusive acesso a features que eles não tinham anteriormente como Clubes, procurando por grupos, capturas de vídeo e de fotos, além de relançar digitalmente os jogos que não eram digitais ainda. Tudo isso contribuiu para que a retrocompatibilidade fosse um sucesso maior que o esperado.

E agora há mais uma nova surpresa. No dia 11 de Abril desse ano Black Ops 2, lançado originalmente em 2012 finalmente foi trago ao sistema da retrocompatibilidade e era um dos jogos mais aguardados. Ao ser lançado nós visualizamos um aumento absurdo na quantidade de jogadores online, superando até mesmo jogos atuais como Battlefield 1 e o próprio Infinity Warfare. E segundo à NPD isso não foi apenas devido aos jogadores que já possuíam o jogo voltando para o mesmo, pois o efeito da retrocompatibilidade trouxe Black Ops 2 entre os 10 mais vendidos do mês, inclusive ficando na frente do atual Infinity Warfare. E isso é um fato mais impressionante ainda porque o ranking da NPD considera arrecadação em dólares, não mais quantidade vendida, e Black Ops 2 estava custando cerca de 10 a 20 dólares novo no período, comparado com lançamentos que ainda estão na faixa dos 40-60 dólares.

O bom de um resultado assim é que mostra para mais publishers que a retro compatibilidade pode ser um negócio lucrativo, principalmente por não ter custo quase nenhum para suportar o jogo, então muito provável que veremos um suporte ainda maior daqui pra frente.